Etimologia #16: Fauces

Na Roma antiga, as vilas (casas) possuíam um pátio externo que interligava os quartos dos senhores. Este pátio (peristylum) possuía um jardim cercado por colunas e apresentava estreitas passagens utilizadas por servos – as fauces (faux no singular, e fauces no plural).

O termo faux também era designado para descrever um desfiladeiro, uma garganta entre as rochas ou a entrada de uma caverna. Seguindo este conceito, temos as fauces entre a cavidade própria da boca e a parte oral da faringe.

Referência:

Fernandes, Geraldo José Medeiros. Eponímia: glossário de termos epônimos em Anatomia; Etiologia: dicionário etimológico da nomenclatura anatômica. São Paulo. Plêiade, 1999.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s