De onde vem o nome Hermafrodita?

Bento J Abreu

O hermafroditismo pode ser entendido como uma defeito genético que ocorre durante a diferenciação do sistema genital, possibilitando que um mesmo indivíduo exiba tanto órgãos sexuais femininos quanto masculinos. Existem vários tipos dessa anomalia como o hermafrodita verdadeiro, além de pseudo-hermafroditas masculino e feminino.

Alguns teólogos e historiadores apontam referências sobre tais desordens no Hinduísmo ou mesmo no Cristianismo; neste principalmente considerando-se a figura de Adão. No entanto, é na mitologia grega que vários personagens são retratados como “hermafroditas” – Arsenoteles, Agdistes e Tirésias, por exemplo. O termo, no entanto, advém do mito de Hermafrodito – o belíssimo filho dos deuses Hermes e Afrodite.

Segundo a obra clássica de Ovídio – Metamorfoses – Hermafrodito teria viajado para Caria, um local na Ásia menor, com 15 anos de idade. Ao vê-lo banhando-se num lago, a ninfa Salmacis teria se apaixonado perdidamente pelo rapaz. Dominada pela luxúria e após vãs tentativas de seduzí-lo, Salmacis atirou-se nas águas, tragando Hermafrodito para as profundezas e pedindo aos deuses para que os unissem para sempre. Dessa união resultou algo inesperado – um ser andrógino, com um corpo feminino e um pênis.

Referências:

Androutsos G. Hermaphroditism in Greek and Roman antiquity. Hormones (Athens). 2006 Jul-Sep;5(3):214-7.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s