Por que o cerebelo também é conhecido como a árvore da vida?

A Thuya occidentalis ou simplesmente Tuia é um planta nativa da América do Norte que se difundiu muito bem em território europeu. Além da fácil adaptação ao clima e solo, era atribuído ao pinheiro algumas propriedades medicinais.

O óleo desse cedro (tujona) era e ainda hoje é utilizado como bálsamo para uma miríade de condições que vão desde gripes e resfriados até visando tratamento de verrugas; supostamente por estimular o sistema imunológico do enfermo. Isto rendeu à planta o egrégio reconhecimento como a “árvore da vida”.

Em meados do século XVIIII, Winslow nomeou a substância branca do cerebelo, vista facilmente em um corte sagital, como arbor vitae cerebelli, devido sua semelhança com as folhas desse cedro.

Referência:

Fernandes, Geraldo José Medeiros. Eponímia: glossário de termos epônimos em Anatomia; Etiologia: dicionário etimológico da nomenclatura anatômica. São Paulo. Plêiade, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s