Minuto Anatômico #46: Ínsula

Anna Beatriz Fontes de Holanda

Vocês já estudaram sobre a “ilha do cérebro” humano? ⁣O nome ínsula ocorre porque a ínsula se apresenta como um pequeno lobo cerebral, sendo coberto por outros lobos, tal como uma “ilha”. Devido a suas características, existem poucas estruturas de interesse para as aulas práticas relacionados à ínsula, mas as pesquisas e conhecimentos com relação a sua funcionalidade estão ganhando espaço ao longo dos anos. ⁣

O córtex insular posterior é característico das áreas de projeções primárias, como as áreas gustativas e sensoriais viscerais. Enquanto isso, o córtex insular anterior está relacionado com as áreas de associação. Assim, estudos apostam a funcionalidade desta parte voltada para sentimentos de empatia, em conseguir se sensibilizar com os demais, para o reconhecimento da própria fisionomia do indivíduo, para as sensações de nojo ao se deparar com imagens que remetem a algo nauseante, além da percepção das emoções. Veja mais detalhes abaixo:

Referências:

MACHADO.A; HAERTEL, LM. Neuroanatomia funcional. 3º ed. São Paulo: Atheneu, 2014.⁣⁣
MENESES, MS. Neuroanatomia aplicada. 3º ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2015.⁣⁣
KENHUB. Insula. Disponível em:https://www.kenhub.com/en/library/anatomy/insula-en. Acesso em: 26 jun. 2020.⁣
AULA DE ANATOMIA. Telencéfalo. Disponível em: https://www.auladeanatomia.com/neurologia/telencefalo.htm. Acesso em: 23 jun. 2020.  

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s