A Íris e a cor dos olhos

Na mitologia grega, Íris (iris) era uma adorada mensageira que transmitia as mensagens de Hera para os mortais. Para tanto, assumia a forma de uma mulher alada ou descia à terra por meio de um arco-íris que representaria uma ponte entre o céu e a terra.

No século XVIII, Jacob Winslow foi o primeiro anatomista denominar a membrana multicolorida que circunda a pupila como íris. Na verdade, a íris pode ser entendida como um disco colorido que se encontra anteriormente no olho que funciona como um diafragma a fim de controlar a quantidade de luz que chega à retina.

A cor do olho então representa a cor da íris, tendo em vista que a esclera é branca e a córnea transparente. Pode ser influenciada pelo relevo da íris, pigmentação, fibras de colágeno e quantidade de vasos sanguíneos. Basicamente, a cor do olho oscila entre o castanho mais escuro até o azul mais claro, com a melanina presente no local respondendo pela variação entre as tonalidades.

Na heterocromia, uma mesma pessoa pode exibir a cor de uma íris diferente da outra, seja por doença, ferimento ou uma característica genética própria.

1 comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s