A Íris e a cor dos olhos

Na mitologia grega, Íris (iris) era uma adorada mensageira que transmitia as mensagens de Hera para os mortais. Para tanto, assumia a forma de uma mulher alada ou descia à terra por meio de um arco-íris que representaria uma ponte entre o céu e a terra.

No século XVIII, Jacob Winslow foi o primeiro anatomista denominar a membrana multicolorida que circunda a pupila como íris. Na verdade, a íris pode ser entendida como um disco colorido que se encontra anteriormente no olho que funciona como um diafragma a fim de controlar a quantidade de luz que chega à retina.

A cor do olho então representa a cor da íris, tendo em vista que a esclera é branca e a córnea transparente. Pode ser influenciada pelo relevo da íris, pigmentação, fibras de colágeno e quantidade de vasos sanguíneos. Basicamente, a cor do olho oscila entre o castanho mais escuro até o azul mais claro, com a melanina presente no local respondendo pela variação entre as tonalidades.

Na heterocromia, uma mesma pessoa pode exibir a cor de uma íris diferente da outra, seja por doença, ferimento ou uma característica genética própria.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s