Minuto Anatômico #43: Hipocampo

 Igor Richardson Nascimento de Souza

Hipocampo deriva de uma palavra grega que nomeava um ser marinho, o que relembrava à morfologia dessa região cerebral para os antigos anatomistas. Encontrado nas partes mediais dos lobos temporais, o hipocampo é uma importante estrutura pertencente ao sistema límbico.

Em 1878, o médico e anatomista Paul Broca descreveu o sistema límbico como um anel cortical constituído pelo giro do cíngulo, giro para-hipocampal e o hipocampo, que após diversos achados científicos o relacionaram com o mecanismo das emoções.

Além do processamento emocional, o hipocampo está relacionado com mecanismos de memória: Estudos feitos em pacientes que removeram parte do lobo temporal, contendo o hipocampo, mostraram que eles tornaram-se incapazes de memorizar informações que surgiram após o ato cirúrgico*.

No âmbito patológico, a doença de Alzheimer e os transtornos neuropsiquiátricos relacionados ao humor e ansiedade, surgem, dentre outras causas, a partir da perda da funcionalidade dos neurônios hipocampais.

* A perda de memória nesses casos relaciona-se também com lesão na amígdala, que também participa dos mecanismos de memória.

Referência

MACHADO, Angelo B.M.; HAERTEL, Lúcia Machado.  Neuroanatomia funcional. 3.ed. São Paulo: Atheneu, 2006.  

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s