Minuto Anatômico #72: Ligamentos do ombro

Mateus Antônio Albuquerque Costa

A articulação glenoumeral é formada pela união da cabeça do úmero com a cavidade glenoide, sendo classificada como articulação sinovial do tipo esferoide, levando-se em consideração as estruturas que se articulam. Por conta do seu formato, a cabeça umeral é maior que a cavidade glenoide, fato que não propicia grande estabilidade articular. Assim, é necessário a presença de tecidos moles como os ligamentos, tendões e a cápsula articular a fim de proporcionar uma maior estabilidade dessa articulação.

Os ligamentos, por exemplo, atuam diretamente sobre a articulação glenoumeral ao intensificar a sustentação durante os movimentos e, assim, garantir melhor estabilização articular. Veja mais detalhes abaixo.

Referências: 

STANDRING, S. Gray’s Anatomia. 40º ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.⁣

NEUMANN, Donald A. Cinesiologia do Aparelho Musculoesquelético: Fundamentos para Reabilitação. Rio de Janeiro: Elsevier, 2018.⁣

HOUGLUM, P. A.; BERTOTI, D. B. Cinesiologia Clínica de Brunnstrom. 6ª ed. São Paulo: Manole, 2014.⁣

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s