A “Lição de Anatomia do Dr. Tulp” e curiosidades sobre a história de pinturas anatômicas

A pintura a óleo sobre tela de Rembrandt van Rijn intitulada “Lição de Anatomia do Dr. Nicolaes Tulp” (1632) é considerada uma verdadeira obra-prima. Tendo trabalhado o chiaroscuro, o qual enfatiza principalmente os efeitos de luz e sombra, o pintor privilegiou o retrato em grupo. Basicamente, Dr. Tulp – um praelector anatomiae – é retratado demonstrando a dissecação do antebraço de um criminoso executado para o grêmio de cirurgiões de Amsterdã. Tratava-se do cadáver de Adriaen Adriaensz, também conhecido por Aris Kindt, um criminoso com longa ficha criminal que foi enforcado por roubar uma capa mediante grande violência contra a vítima no ano de 1632.

A representação do antebraço esquerdo do cadáver é alvo de grande debate por, supostamente, conter erros anatômicos na origem dos músculos flexores do antebraço. Por exemplo, ao se observar com cautela a imagem, sabe-se que o músculo sustentado pelo fórceps é o flexor superficial dos dedos, com o flexor profundo dos dedos sendo visualizado logo abaixo. Segundo Mellick (2007), ambos os músculos teriam origem retratada no epicôndilo lateral – obviamente um erro! Contudo, Ijpma et al (2008) acreditam que a pintura de Rembrandt é fidedigna pois o antebraço do cadáver estava estendido e supinado, com a mão posicionada na região da virilha. O epicôndilo medial do úmero estaria apontado para o corpo e, no caso, o epicôndilo lateral não estaria visível. Também debate-se sobre a possibilidade de um antebraço separado ter sido posicionado ao lado do corpo, e erroneamente interpretado como o antebraço esquerdo. Ainda, outros erros poderiam ser evidenciados entre a pintura e dissecações (Ijpma et al., 2008).

A pintura foi restaurada entre 1996-1998, fato que revelou muitos detalhes sobre as técnicas de pintura de Rembrandt. A sequência de pintura dos personagens e o pedaço de papel manuseado por um dos cirurgiões (Figura 1), por exemplo, puderam ser detalhadamente estudados.

ans_4750_f4
Figura 1

É importante recordarmo-nos que no século XVII as dissecações eram abertas ao público e ocorriam no inverno, a fim de preservar os corpos, tendo duração de vários dias. Além disso, envolviam inicialmente as vísceras torácicas e abdominais, mais perecíveis, para então se prosseguir com as extremidades. Na pintura de Rembrandt, apenas o antebraço encontrava-se dissecado, o que indica que a “Lição de Anatomia do Dr. Nicolaes Tulp” representa uma interpretação de uma aula de anatomia clássica, e não necessariamente um retrato fiel desta lição. Ainda, a própria apresentação de Andreas Vesalius em De Humani Corpori Fabrica (figura 2) parece ter influenciado a posição do Dr. Tulp durante os esboços da pintura. Nesta obra clássica da Anatomia (e já apresentada neste site), Vesalius foi ilustrado expondo justamente os músculos flexores do antebraço!

ans_4750_f6
Figura 2

Apesar de ser considerada a mais famosa, existem diversas pinturas sobre dissecações e aulas de anatomia, notadamente na Holanda, e que evidenciam uma época de ouro para as artes nos países baixos.

Geralmente, os pintores recebiam comissões para retratar o praelector anatomiae, o qual era tido como uma figura muito importante na sociedade e que frequentemente era designado como prefeito ou para cargos de liderança da cidade. A primeira pintura conhecida sobre uma lição de anatomia data de 1603: “A Lição de Anatomia do Dr. Sebastiaen Egbertsz de VriJ”, de Aert Pietersz (figura 3). Dr. Egbertsz é a figura central na pintura e encontra-se manipulando uma tesoura com um cadáver intacto logo a sua frente. Nessa obra, os cirurgiões retratados encontram-se de frente para o espectador. Quando a pintura ficou pronta, vários desses cirurgiões haviam perecido devido uma epidemia de praga em Amsterdã (Baljet, 2000).

The anatomy lesson of Dr. Sebastiaen Egbertsz
Figura 3

Interessantemente, a aula de Dr. Egbertsz também foi tema para outra pintura, desta vez de autor desconhecido, possivemente elaborada por Nicolaes Eliasz ou Werner van de Valckert (Baljet, 2000). Nesta pintura, o professor demonstra osteologia para um grupo de seis estudantes por meio de um esqueleto (figura 4).

The Anatomy Lesson of DR Sabastiaen Egbertsz
Figura 4

Já uma demonstração do crânio foi retratada em (1625-1626) por Nicolaes Eliasz em “Lição de Anatomia Dr. Johan Fonteijn” (figura 5). A pintura original era muito maior e retratava mais pessoas, mas foi bastante danificada pelo fogo em um incêndio em 1723 (Baljet, 2000).

SA_2048-Anatomische_les_van_Dr._Johan_Fonteijn_(fragment)
Figura 5

O próprio Rembrandt, anos após ter concluído “Lição de Anatomia de Dr. Tulp”, retratou “Lição de Anatomia de Dr. Johannes Deijman” (1656) (figura 6). Nesta obra, o praelector apresentava apenas as mãos evidenciadas e demonstrava as meninges numa dissecção de cérebro por meio de um fórceps. O assistente de  Dr. Johannes Deijman, Gijsbert Calkoen, acompanhava a dissecação portando a calota craniana extraída do cadáver.  A imagem apenas demonstra um fragmento da pintura original, a qual continha mais pessoas e apresentava o teatro anatômico do local (Baljet, 2000).

rembrandt
Figura 6

Outras obras de destaque estão expostas no Museu de História de Amsterdã e incluem a “Lição de Anatomia do Prof. Frederik Ruijsch”, de Adriaen Backer (1670); “Lição de Anatomia do Prof. Frederik Ruijsch”, de Johan van Neck (1683) e “Lição de Anatomia de Dr. Willem Roell, de Cornelis Troost (1728), entre outras. Definitivamente, a Holanda é um destino fundamental para os amantes da arte e da anatomia…

Dr Bento J Abreu

Editor do site, professor, pesquisador e interessado em assuntos atuais.


Prezado colaborador, estamos desenvolvendo um livro de Neuroanatomia. Nos apoie nesse projeto: https://apoia.se/10204192031517151


 

Referências:

Baljet B. The painted Amsterdam anatomy lessons: anatomy performances in dissecting rooms? Ann Anat. 2000 Jan;182(1):3-11.

IJpma FFVan De Graaf RCNicolai JP,Meek MFThe anatomy lesson of Dr. Nicolaes Tulp by Rembrandt (1632): a comparison of the painting with a dissected left forearm of a Dutch male cadaverJ. Hand Surg. [Am]20063188291.

IJpma FF, van de Graaf RC, Meek MF, Nicolai JP, van Gulik TM. The anatomy lesson of Dr. NicolaesTulp painted by Rembrandt in 1632. ANZ J Surg. 2008 Dec;78(12):1059-61.

Mellick S. The anatomy lesson of Dr. Nicolaes Tulp painted by Rembrandt in 1632. ANZ J Surg. 2009 Jun;79(6):496; author reply 496-7.

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s