Anatomia&Filosofia: Nós, o povo?

Artur Nascimento (costa_artur@hotmail.com)

O primeiro país, talvez o único, erguido completamente com bases na filosofia foi os Estados Unidos da América. Não apenas na filosofia, mas na filosofia racionalista que apontava para o direito humano à liberdade como verdade evidente, conforme a Lei Natural.

Estamos falando de Adam Smith, Thomas Hobbes, John Locke e outros, cujas verdades elaboradas hoje parecem evidentes, mas que na verdade, na maior parte do tempo da história humana, e mesmo hoje, para a maior parte das pessoas neste planeta, não são! Estamos falando dos gregos como Cícero e Aristóteles, bem como da Bíblia. Eis as bases teóricas da formação dos Estados Unidos: A Lei Natural, estruturada na razão da filosofia grega e fortalecida pela religião; os Direitos Individuais, só que balanceados pelos deveres consequentes; Um Governo Limitado, com uso de freios e contrapesos conforme ideal de República de Locke; A inserção e o fomento da Virtude, a ser buscada pelos indivíduos ao formar comunidades, uma sociedade baseada na confiança.

É a unificação da liberdade e da Lei Natural; ou seja, a liberdade limitada pela ordem no âmbito coletivo e guiada pela razão e pela virtude consagrada pelos valores judaico-cristãos. Racionalidade, liberdade e virtude. É a síntese dos legados de Atenas e Jerusalém. Os fundadores, apesar de temerem uma sociedade formada por pessoas não guiadas pela virtude, não se preocuparam tanto com o radicalismo individual, pois a capacidade de um indivíduo causar mal é limitada, já a capacidade do Estado era infinita. Então cada um poderia buscar sua felicidade conforme sua capacidade e do seu jeito, desde que se respeite as leis e a justiça.

Portanto não eram tiranos, nem coletivistas. E assim criaram o maior experimento democrático da História, com essas bases filosóficas e morais, e que (faz umas décadas) já começaram a ser destruídas. O que eles não pensaram que podia acontecer era que quadrilhas, e muitos indivíduos que adotaram ideologias radicais, fossem ascender em grande número, assumir a cultura, o governo, e roubar as vozes do indivíduo, redefinindo as noções subjetivas das virtudes que guiavam a sociedade. Não à toa, as primeiras medidas de Josef Biden parecem buscar deliberadamente ferir exatamente e liberdade, a racionalidade e a virtude. Como se os princípios fundadores fossem idéias obsoletas que já cumpriram sua função. São alicerces, e se você cava suas fundações, todo o edifício irá à ruína em apenas um dia…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s